Resumo 24 horas – Rotina do bebê

  • 1
  • 22 de outubro de 2015

Que tal um resumo das últimas 24 horas? Agora que temos uma rotina do bebê mais definida (não tããão definida assim…rs), pode ser que ajude as mamães de primeira viagem ou até que crie certa identificação.

Um dia inteiro, gente. Um dia inteiro. (…) Como vocês devem imaginar, o fato de ser dia ou noite já não importa mais tanto assim. Pelo menos, não tanto. Afinal, a rotina “acorda, troca fralda, mama, chora, dorme (repeat again, and again, and…) aqui acontece de 3 em 3 horas.

Que horas são?!

Que horas são?!

Aconteceu um fato que sério, só comigo mesmo. Eu acordei às 23h, troquei fralda e dei de mamar. Aí, coloquei para dormir. Super OK, certo? Claro. Isso se eu não tivesse acordado uma hora depois (isso dá 1h30m na nossa conta – deixa eu explicar melhor: quando falamos que o neném acorda de 3 em 3 horas é que ele acorda. Mas não necessariamente você dormiu as 3 horas, sacaram? Em média neste meio tempo eu durmo 1h45m. Lembrando que cada mamada demora – no momento – entre 20 a 40 minutos) e esquecido totalmente que já tinha dado de mamar para o Alec. Ou seja, troquei fralda de novo (feliz da vida que ele não estava chorando…doce inocência) e coloquei para mamar de novo. Só que óbvio que ele não quis muito e eu pensei: nossa, sono ferrado mesmo. Vou colocar para dormir de novo e esperar acordar.

Aí ele acordou 1h30m depois e eu pensei: se ele não fosse tão fofinho jogava pela janela. BRINCADEIRA. Mas eu lembro de ter pensado algo do tipo: Na próxima encarnação eu quero ser o homem e o Maycon vai ser a mulher. Maaaaas aí, eu começo a dar de mamar (sem sirene, porque eu tinha trocado o baby um pouco antes, ou seja, os vizinhos agradecem – OREMOS!) e olho aquele rostinho e penso: Ainda bem que eu sou a mãe. Né, cada sorrisinho me quebra. Apesar de eu ler que esses sorrisos não são “de verdade”, é como se os músculos do rosto do bebê fizessem isso sozinhos para torná-los mais irresistível (e funciona!), eu gosto de pensar que o meu filho gosta deste momento tanto quanto eu.

Em resumo, o dia seria (mais ou menos) assim:

23h – acorda, troca (sirene), mama, dorme.

24h (total sem noção da vida) – acorda, troca (SEM sirene), mama (quase nada – sono ferrado, lembram?), dorme.

2h – acorda, não troca (VIDA), mama, dorme (depois de querer conversar com a mãe e o pai por quase 2 horas).

5h – acorda, troca (sirene), mama, cólicas, dorme.

8h – acorda, troca (sirene), mama e quer brincar, dorme.

11h – acorda, troca (sirene), mama, cólicas, dorme.

14h – acorda, troca (sirene), mama, cólicas, quer brincar, dorme.

17h – acorda, mama, dorme.

19h30m – banho, mama, dorme.

E depois…Live another day! hahaha

Clarooo que os horários variam para cima ou para baixo. Mas é uma rotina mais ou menos assim (…). Falei esses dias para o meu marido que cansa mais ter um filho do que trabalhar 12 horas por dia, sem intervalo. E não estou brincando. Por isso, realmente esses 4 meses fazem todo o sentido do mundo. Afinal, depois deste período o baby começa a dormir a noite por mais tempo (assim espero hahaha). Gostaria de dar um pedala na CEO do Yahoo por tentar provar que a licença não faz sentido ao abdicar da mesma após 2 semanas do nascimento do filho. Ok, eu também voltaria a trabalhar rapidamente se tivesse babás disponíveis e eu pudesse dormir a noite inteira enquanto alguém daria ao meu bebê o leite que eu tiraria na noite anterior utilizando um copinho de pinga. (-.-‘) Às simples mortais, tipo eu, good luck Chuck.

Por isso, uma dica: Quer ter filhos? Prepare-se para mudar radicalmente sua rotina por algum tempo. Você está OK com isso? Vai em frente. Ainda tem dúvidas? Pense um pouco mais. Se a vontade de ter um baby for maior que o medo de mudar, toca ficha. Você não vai se arrepender! Mas provavelmente vai pensar nisso algumas vezes entre as 3 horas de intervalo. hahaha Desculpem-me se eu quebro um pouco do glamour da maternidade, mas o objetivo é ser um pouco mais realista. =P

 

Hahaha

Hahaha

Ahhhh, escutei bastante na gravidez a seguinte frase: tu vais ver que quando tu estiver pronta para sair ou dormir, o seu filho vai aprontar alguma. E cara, faz todo sentido. =[

Tivemos um “acidente” aqui enquanto trocávamos uma das fraldas que foi tipo SENSACIONAL. Nunca vi tanta lambança junta. O que eu fiz?! Primeiro, cara de choque TOTAL. Do tipo que se olha e pensa: que P%RR# é essa. E depois, após finalizar o procedimento de troca de fraldas ainda com uma expressão de susto e descrença no rosto, deleguei a função de cuidar do pequeno tratante ao pai (isso às 3h da manhã) e fui fazer o que? LAVAR ROUPA. Sim gente, que glamour não é mesmo? hahahaha Shit happens, anyway. Por isso, sim, esta frase faz todo o sentido minhas amigas. Só lamento! Preparem-se.

 

Beijos, Ká.

 

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest

Compartilhe =D