Dúvida: posso malhar durante a gravidez?

  • 4
  • 26 de setembro de 2015

Todos já escutamos aquela máxima: gravidez não é doença. Certo? Então também não pode ser desculpa para a grávida não se exercitar.

Importante destacar que eu vou falar sobre a minha rotina na gravidez, a qual foi acompanhada pelo meu médico e por excelentes profissionais do ramo fitness. Existem casos em que a prática de exercícios durante a gravidez não é recomendada por questões médicas e estas devem ser respeitadas, afinal, ninguém quer prejudicar o baby lindo que está por vir. Antes de qualquer coisa, pergunte ao seu médico se você está liberada para realizar atividades físicas e comente quais você pretende realizar.

Eu malhei normalmente até a entrada do oitavo mês de gestação, depois disso por orientação médica reduzi a carga dos exercícios e troquei os usuais treinos de academia e crossfit por caminhadas mais calminhas e passeios com meu marido. Eu já estava malhando (mas nada mega empenhado como eu gostaria, por falta de empenho meu mesmo…preciso ser sincera) havia 8 meses quando descobri que estava grávida. Nos três meses seguintes ao descobrimento da gravidez eu dei uma diminuída na carga de exercícios devido a experiência ruim que eu tive na primeira gestação (eu conto um pouco da história aqui) a pedido do médico, porque nas primeiras 12 semanas eu deveria dar uma acalmada e evitar qualquer exercício que pudesse provocar um aborto. Inclusive tive que trocar meu meio de transporte, eu sempre ia trabalhar de bicicleta e troquei pela caminhada. Moro super perto do trabalho, cerca de 10 minutos caminhando rapidinho. Hoje, no auge dos 9 meses eu demoro cerca de 18 minutos! Mas né, melhor isso do que nada! rs

Depois das 12 semanas voltei a praticar exercícios normalmente, eu preferia o horário do meio dia porque não me atrapalhava na rotina e eu me empenhava mais. É bem importante descobrir qual o melhor horário para você, isso facilita muito. Claro que ajudou MUITO o fato do meu marido me acompanhar todos os dias e me incentivar. Eu diria que isso foi fundamental para eu manter a rotina de exercícios. O resultado foi que, por frequentar a academia normalmente até o oitavo mês, eu não tive dores nas costas e não engordei tanto durante a gravidez. Até agora engordei 14kg, mas eu tenho consciência que poderia ter sido menos se eu tivesse mantido minha boca fechada para os tão apetitosos doces.

coxinha-mundo-mae-fitA alimentação durante a gravidez foi um ponto complicado para mim. Uma porque eu simplesmente me encantei por absolutamente todos os doces do mundo (e olha que eu sempre fui dos salgados) e viciei em coxinhas fritas. Não comi tantas quanto eu gostaria, por exercitar o auto controle mesmo. Mas dei uma escorregada algumas vezes! Aí não há academia que resolva, certo? Por isso, um dos pontos que eu coloco aqui como sendo muito importantes e que eu não fiz é: consultar um nutricionista e ter o acompanhamento dele durante a gestação. Vejo hoje que isso teria facilitado muito a minha vida e eu, por vários motivos, simplesmente não fiz isso e me arrependo.

 

Agora, voltando ao mundo fitness, minha rotina de exercícios foi adaptada a minha nova realidade pelos profissionais que me acompanharam. Continuei agachando normalmente, só que com uma bola de basquete no abdômen. rs O fato de eu citar que continuava agachando (lá pelo sexto mês de gravidez) em um curso para gestantes (gente, quem está grávida…faça o curso se puder, eu aprendi muito e achei o máximo) despertou certo pavor entre as grávidas que ali se encontravam. Das 20 mamães que estavam no curso, somente 3 faziam exercícios regularmente. Achei uma dó!

No último período em que pude frequentar a academia acabei mudando a rotina para o crossfit (acessa aqui para ver meu vídeo malhando, #vergonha) e tenho que reconhecer: adorei. Claro que comparado aos exercícios que o meu marido faz, por exemplo, eu era uma lady malhando. rsrs Mas eram todos sempre acompanhados pelo instrutor (malhei na XTF e super recomendo) e eu respeitava os meus limites. Principalmente a respiração!

Sinceramente, eu preferiria não ter parado de malhar. Teria continuado até o nono mês normalmente se pudesse, porque sinto que eu tinha mais disposição para tudo. Maaaas, como muitas mamães relatam…a barriga realmente pesa muito no final da gravidez. E, como eu falei no começo, respeitar a orientação do médico é fundamental.

Portanto, para as mamães que buscam exercícios físicos durante a gravidez, separei algumas dicas:

  1. Organize a sua rotina para que os exercícios façam parte dela. Ou seja, se você sabe que após às 18h é complicado, não faz sentido tentar marcar para depois do trabalho. Isso lhe dará sempre uma desculpa para faltar;
  2. Busque profissionais que lhe orientem e acompanhem. Não invente de malhar sozinha, até mesmo as caminhadas precisam ser acompanhadas. O que irá acontecer se você sentir alguma dor no meio do parque? Pense nisso.
  3. Procure uma companhia que lhe acompanhe e incentive. Se não for o seu marido, que tal sua amiga, irmã, mãe?! Eu cansei de escutar durante a gravidez coisas do tipo: pra quê malhar, esse é o momento para você comer de tudo! Mas gente, vamos refletir, e o depois? O projeto do meu blog é Mundo Mãe Fit, ou seja, trata do empenho a ser aplicado para retornar a forma de antes da gravidez. Se eu não tivesse cuidado, muito provavelmente teria mais trabalho. Não!?
  4. Procure um nutricionista. Como já falei, eu não fiz isso e me arrependo!
  5. Use looks confortáveis e (na medida do possível, rs) bonitos para realizar os exercícios. Eu achei MUITO difícil encontrar roupas bonitas para grávidas que não fossem caríssimos (e desculpa, mas pagar caro por algo que eu vou usar – no máximo – 4 meses é o UÓ) e inclusive quero escrever sobre isso ainda. Mas vale a pena investir em tops e calças de academia confortáveis e bonitas. Ajudará na hora de se olhar no espelho da academia, você vai estar “fofinha” e linda.

É isso aí, espero ter ajudado. Vou escrevendo aos poucos mais informações sobre os treinos para ajudar. Minha memória anda meio “esquecida” ultimamente, isso inclusive vale um post. rs

 

Beijos, Ká.

 

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest

Compartilhe =D