A glamourização da maternidade

  • 1
  • 2 de dezembro de 2015

Pois então (…) tem uma coisa me incomodando demais ultimamente, essa mania de glamourizar tudo. O que inclui, e muito, a maternidade.

Sabe aquela campanha de margarina (agora tem uma com aquele cháááááátosorry se você gosta! – do Rodrigo Faro) em que todos são lindos e sorridentes?! Além de extremamente bem penteados! Pois é, a isso que me refiro.

Quer coisa mais fake que isso? Sásenhoooora.

Quer coisa mais fake que isso? Sásenhoooora.

A maternidade é legal, mas gente (…) também é uma loucura total em que você usa muito chinelo de pano ou Havaianas. O que quero dizer com isso? Que a realidade é bem menos glamourizada. Eu, por exemplo, fico com três tipos de xiricutico (ok, essa palavra não existe…mas finjam que sim!) quando alguém fala: “quando nasce um filho, nasce um amor incondicional onde os sinos badalam ao primeiro olhar”. Sim, você amará seu filho. Sim, óbvio que fará tudo por ele. Mas eu comparo essas afirmações às redes sociais. Como? Tudo é sempre muito lindo por lá e nunca nada, mas NADA MESMO, da errado.

hahaha Eu ri!

hahaha Eu ri!

Não me entendam mal, você pode amar sim e será para a vida toda. Só não há como se iludir que você vai ficar linda a todo momento. Qual é, quem nunca ficou com tanta preguiça num domingo que quis ficar de piDJamas o dia todo? E aquelas campanhas de amamentação (sásenhoooora)? O que é aquele cabelinho liso de chapinha e mega penteado enquanto a menina amamenta o pequeno príncipe?! Oi?! Se eu conseguir me arrumar assim para ir ao mercado (notem que eu falei MERCADO, porque é meu passeio mais usual no momento) eu preciso soltar fogos. Não se tiver mais alguém em casa, aí claro que isso é super possível. Mas se você está sozinha com seu baby e só precisa ir ali pegar algo que faltou, eu DUVIDO (sério, duvido) que você consiga sair igual ao flyer de amamentação.

A glamourização é punk. Quem não está acostumada a maternidade pensa: minha vida não é assim! Tem algum problema comigo? E a resposta é: não. Porque esse mundo fake é a pior coisa para se espelhar. O melhor é pensar que cada dia é um dia novo e fica mais fácil, só que as coisas simples que antes tu fazia sozinha (com uma independência total, tipo: vou ali pintar minha unha rapidão) agora não são mais tão simples assim porque você precisa levar o seu melhor amigo (ou melhor amiga, se for uma menina) junto e há inúmeras coisas que podem acontecer neste meio tempo. E isso, my friends, é bem diferente para se acostumar. Claaaaro que as campanhas não mostram, nelas as pessoas estão sempre sorrindo. Estilo Facebook e Instagram – que, by the way, é absurdamente fake. hahaha

Eu postei uma foto esses dias em que meu filho (a parte dele que dá para ver =P) está sorrindo. Mas o que eu não postei é que ele vomitou em mim segundos antes! Lindo né?! Não?! Ah, desculpa, mas é a realidade. E isso, não tem preço. 

Para mim quem vive atrás do almejado glamour, ou finge que já o alcançou, merece um pedala na orelha. Porque, mesmo sem querer, pode estar dificultando a vida de muitas mamães que acham que aquilo é uma puta realidade foda e inalcançável. Pois é, por isso: #abaixoaglamourizacaodetudo.

Ovo?!

Ovo?!

Já viram que tudo está sendo gourmetizado na culinária?! Até o OVO tem versão gourmet. Gente, um OVO. (TUDO haver com o tema da postagem, ein). Rs

Com a vida é a mesma coisa, glamourizar tudo também já está enchendo o saco. Por isso, mamães, fiquem tranquilas se vocês estão cansadas demais para passar o delineador que passavam todos os dias antes de ter seu filho porque dormiram poucas horas ou não querem usar o salto alto que usavam todos os dias só para ir ao mercado. A realidade você vê por aqui também! Vale a pena trocar a independência pela maternidade? Na minha opinião vale total. Só que é importante as futuras mamães saberem que é punk, você vai ficar cansada e vai querer chorar às vezes. NORMAL! Só que facilita demais você pensar que na realidade, quando o bicho pega mesmo (sem ser nas postagens que você irá fazer, rs), o glamour cai por terra e você só quer seu chinelo Havaianas.

Mas assim, isso não quer dizer que agora que você é mãe está totalmente liberado andar só de calça de academia ou moletom. hahaha Tá, está sim. Se você curtir, quem sou eu para dizer para não usar. O que eu estou querendo dizer é que é importante não se “apagar” devido a este novo momento, afinal, a vida continua e você pode vivê-la estando linda. Vejo muitas mães deixando de se arrumar devido a essa nova rotina e acho um pouco triste. Sabemos que a autoestima é muito importante em todos os momentos e vale a pena um esforcinho para manter-se feliz consigo mesma.

Beijos, Ká.

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest

Compartilhe =D